Up Dicas dos Pontos de Mergulho » Tailândia


Tailândia

O Local:

Localizado no sudeste asiático, a Tailândia faz fronteira com dois oceanos que proporcionam diferentes tipos de mergulhos. Do lado oeste, banhado pelo mar de Andaman fica o Oceano Índico. Já do lado leste, banhado pelo Golfo da Tailândia fica o lado Pacífico.

Ambos os lados são muito procurados e frequentados por mergulhadores, porém o lado do mar de Andaman é mais famoso e dito melhor, com melhor visibilidade e possibilidade de encontro com peixes maiores. No lado de Andaman, os parques marinhos de Similan e Surin são os mais cobiçados. Já no lado do Golfo, Koh Tao e Samui são as mais pedidas dos mergulhadores.

Principais Pontos Visitados:

Mar de Andaman
Local com vários mergulhos em drift, com correnteza considerável dependendo do horário/maré. Alguns pontos o mergulhador fica ancorado ao invés de ir atrás dos peixes.
West Ridge: Estação de limpeza das raias manta. Local sujeito a fortes correntes. Neste ponto, ou o mergulhador se agarra a uma pedra ou fica ancorado com uma corda vendo as raias manta nadando ao seu redor.
North Reef: Mergulho abrigado em Koh Bon, com vários cardumes de glassfishes que eram constantemente perseguidos por uma infinidade de peixes como napoleões, trombetas, lionfishes, entre outros.
Tachai Pinnacle: Local pra encontrar peixes grandes, incluindo o tubarão beleia.
Richelieu Rocks: Local mais procurado pelos mergulhadores em Thai. Site onde temos a maior probabilidade de encontrar um tubarão baleia. Se não bastasse isso, o visual do local é incrível, bem amplo, com direito a vários mergulhos no mesmo local. Infelizmente por ser a cereja do bolo, costuma ficar crowd de mergulhadores. Obrigatório!
Boonsung Wreck: Naufrágio já desmantelado com várias moreias e nudibrânquios vivendo em seus escombros.

Golfo da Tailândia
Sail Rock: Ponto de mergulho mais procurado pelos mergulhadores no lado do Golfo. Local mais provável para encontrar um tubarão baleia.

Quando ir:

A Tailândia pode ser visitada durante o ano todo com possibilidades de mergulhos em uma ou outra região dependendo da época. De novembro a maio o lado de Andaman é mais requisitado, com seu pico a partir de fevereiro quando inicia a temporada de tubarões baleia e o mar costuma ficar mais calmo. Depois de maio inicia a temporada de chuvas na Tailândia e o lado de Andaman fica mais agitado inclusive com os liveaboard parando de operar na região durante esse período. Porém durante esses meses, o lado do Golfo tem a sua melhor temporada.

Fora o Mergulho:

A Tailândia oferece uma infinidade de possibilidades fora o mergulho que fica difícil escolher uma ou outra. Com certeza a parte cultural/religiosa é um ponto obrigatório. Conhecer seus palácios e templos são imperdíveis. Reserve alguns uns dias em Bangkok, estique até Ayutthaya, a antiga capital do Sião (Antigo nome da Tailândia) e não deixe de visitar um mercado flutuante que é um dos símbolos da tradição tailandesa. Apesar de estar extremamente turística, mesmo assim vale a pena presenciar o ir e vir de barcos nos canais em Thai.

Mundialmente famosa, a culinária tailandesa oferece uma experiência única e são diversas as opções de cursos de culinária para turistas. Outro cartão de visita tailandês é a famosa massagem tailandesa. Nesse ponto às vezes alguns confundem com algo além da massagem, mas seja qual for o seu objetivo, você encontrará em Thai a massagem que procura ; )

A natureza na Tailândia é sensacional e existem diversas opções de praias paradisíacas, parques, escarpas para diversas outras atividades na água ou terra. A noite vai depender de muito aonde você estiver. Bangkok (Khao San Road) e Phuket (Patong Beach) oferecem boas opções para os boêmios, já nas ilhas remotas e isoladas a opção é descansar e curtir o silêncio.

O que Levar:

Para o mergulho, um short-john de 3mm é mais que suficiente e para os mais friorentos uma peça inteira de 5mm atende. Fora d'agua muita bermuda, camisetas leves, óculos de sol escuro, repelente e quilos de protetor solar.

Fora o mergulho não há formalidades. Nos templos é aconselhável e mais respeitoso estar de calça/saia comprida, mas caso não tenha levado, provavelmente não te impedirão de entrar.

Recomendo:

Clichê ou não, turístico ou não, ter contato com a cultura local torna sua experiência no país mais rica. Sendo assim visite ao menos um templo, um palácio, um mercado flutuante. Coma um Pad Thai, faça uma massagem, assista a uma luta de muay thai. Já não tão obrigatório ou recomendado, mas muito procurado por turistas, fazer uma tatoo em Thai, principalmente em Khao San Road tornou-se modinha após o filme "Se Beber Não Case 2". Na mesma rua, ainda você pode provar comer nas barraquinhas que circulam pela rua, um besouro, uma aranha, ou até um escorpião.

Mesmo para os com pouca prática na cozinha como eu, fazer um curso de culinária é basta interessante e proveitoso. No mínimo você terá aprendido um pouco da culinária, a cultura local e comido muito. Particularmente, o melhor Pad Thai que comemos durante nossa viagem foi no curso.

Procure visitar a Tailândia na baixa temporada, mesmo assim é bom estar preparado para filas e confusões. Infelizmente a exploração ao turismo no país não tem limite, dependendo do local você facilmente irá dividir o espaço de uma ilha paradisíaca com 50 barcos ou mais. Templos e palácios, enquanto couber gente lá dentro, podem entrar. A limpeza do local às vezes não chega a ser uma preocupação, nem dos operadores e muito menos dos turistas...

Evite mergulhar logo após a lua cheia (até uns 4 dias após). Segundo os DMs locais, a lua cheia puxa a água mais turva do continente fazendo com que a visibilidade caia muito nos pontos de mergulho.

Se você não está preocupado em vestir uma roupa diferente a cada dia, não se preocupe fazendo uma mala gigante. Nos pontos mais turísticos, fora dos hotéis é possível levar sua roupa para lavar a preços bem convidativos, mas se for uma blusa de seda branca super delicada, ai já não recomendo...









Críticas e Sugestões, favor entrar em contato:

Trilhas & Mergulho