Up Dicas dos Pontos de Mergulho » Queimada Grande - Itanhaem/SP


Queimada Grande - Itanhaem/SP

O Local:

A ilha de Queimada Grande situa-se a aproximadamente 33km da costa de Itanhaem. Conhecida também como a Ilha das Cobras, abriga uma cobra endêmica chamada Jararaca Ilhoa que segundo os pesquisadores, tem um dos venenos mais potentes do mundo, além disso, sua concentração chega a ser a maior por metro quadrado no Brasil.

Para nossa felicidade, estas cobras ainda não aprenderam a nadar e toda nossa atenção está voltada para o que temos abaixo d’agua : )

Apesar da proximidade maior com a costa em relação à Laje de Santos, em função da dificuldade de operação saindo pelo litoral Sul, as embarcações que operam por lá são as mesmas que saem para a Laje partindo de São Vicente, deste modo, o tempo de navegação até a Queimada gira em torno de 2:30h.

Principais Pontos Visitados:

Tocantins: Cargueiro naufragado em 1933 após colisão nos rochedos da Ilha. Sem dúvida a maior atração da Queimada Grande.
Costão: Costa abrigada das ilha, geralmente onde é feito o 2º mergulho após ter explorado todo o naufrágio.
Rio Negro: Naufrágio totalmente desmantelado, sendo encontrado partes no meio do areião.
Lado de Fora: Mergulho drift para mergulhadores experientes que querem tentar a sorte para ver peixes de passagem.

Quando ir:

Assim como a Laje de Santos, pode ser visitada o ano inteiro mas também está sujeita aos caprichos de São Pedro e Netuno. Água mais quente no verão (em torno de 25 graus) e mais fria com direito a termoclina no inverno.

Ponto de passagem das raias manta, também pode ser avistada durante a época fria.

Fora o Mergulho:

Pela proximidade com a cidade de São Paulo e a grande maioria dos freqüentadores serem da capital ou das cidades litorâneas, a facilidade do bate-volta, faz com que a grande maioria dos mergulhadores acordem cedo, façam os mergulhos e retornem direto pra casa. Porém, além das praias, Santos, São Vicente e Praia Grande oferecem ótimos bares e restaurantes para um happy-hour pra juntar a galera no final de tarde, beber e saborear uns petiscos.

Em Santos você pode visitar também o Aquário Municipal que é um dos mais tradicionais de São Paulo.

O que Levar:

Em função da distância do ponto de mergulho, é recomendável levar um agasalho, mais precisamente uma capa ou um abrigo tipo anorak. Além das viradas de tempo que estamos sujeitos, o passeio de lancha rápida vez por outra faz agente tomar um banho no barco dependendo onde agente fica ; )

Fique atento que não é raro no meio do caminho cruzar com golfinhos ou mesmo baleias, assim se tiver com uma câmera fotográfica a mão, poderá levar mais uma bela recordação do passeio até a Queimada.

Para o mergulho, vai depender muito do tempo e da época do ano. Via de regra uma roupa completa de 5mm é o suficiente, mas é possível mergulhar com uma roupa de 3mm no versão, salvo os dias que encontramos uma termoclina, e por outro lado, no inverno, pode ser recomendado uma semi-seca.

Como o caminho é longo e feito em mar aberto, se você tende a ter problemas com enjôo, é recomendado levar alguma medicação preventiva.

Recomendo:

Em função do tempo de navegação, não é recomendado para marinheiros de primeira viagem ou pessoas que enjoam facilmente em barcos.

Conheça a Queimada de noite, o noturno no Tocantins está entre um dos melhores mergulhos que já fiz.









Críticas e Sugestões, favor entrar em contato:

Trilhas & Mergulho